sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Natal - Parte II - Que data é esta? Tem Benção?


Leitores a Paz do Senhor. Continuo hoje falando sobre o "Natal", me questiono o porque de ser comemorada esta data até hoje no meio cristão, tanto católico como protestante. Antes de tudo quero destacar algo em voz alta: "DEUS NÃO TEM COMPROMISSO COM TRADIÇÃO, COSTUME, FOLCLORE, CULTURA, FESTAS, MAS TEM COMPROMISSO UNICAMENTE COM A SUA PALAVRA", então ninguém precisa se sentir ofendido, pois quem se sentir está de desacordo com a Palavra de Deus. 

“O Natal é uma celebração especial da ceia do Senhor - chamada de missa pela Igreja Católica Romana e de ceia por grande parte das Igrejas Protestantes.” 

Por que muitos cristãos celebram o Natal em 25 de Dezembro, se não foi nessa data que Cristo nasceu? (Ler final da postagem http://palavraserio.blogspot.com/2011/12/natal-parte-i-que-historia-e-essa.html).

Essa questionável data possui um precedente contrário pessoa de Jesus. Falo sobre algo já mencionado pelo irmão Gustavo no Blog: Ninrode e Tamuz. Ninrode foi um dos primeiros lideres da terra; o Senhor havia dito: "multiplicai-vos e enchei a terra", mas Ninrode fazia o contrario, ajuntando todo o povo em um só lugar para construir a torre de Babel(ler Gênesis 10:9), e ele passou a cultuar-se como deus do sol.

Resumindo a história, passado o tempo Ninrode toma sua própria mãe (Semíramis) como esposa e a nomeia deusa lua, após a morte de Ninrode, Semíramis ficou grávida e inventou que a criança era a reencarnação de Ninrode, seu nome era Tamuz, e ele nasceu no dia 25 de Dezembro

Após a morte de Tamuz, Semíramis inventa que ele havia regado na sua morte um pinheiro com seu sangue, então é colocado o costume entre o povo de levar presentes neste pinheiro como homenagem a Tamuz. Os irmãos podem encontrar melhores detalhes na enciclopédia britânica, uma respeitada biblioteca histórica. http://www.britannica.com/EBchecked/topic/582039/Tammuz

E então, seria isso tudo uma semelhança com o tal "Natal"? Vejamos alguns textos com alusões às práticas natalinas: 

  • "E o SENHOR me disse: Vai outra vez, ama uma mulher, amada de seu amigo, contudo adúltera, como o SENHOR ama os filhos de Israel, embora eles olhem para outros deuses, e amem os bolos de uvas". Oséias 3:1 PANETONE
  • "Porque os costumes dos povos são vaidade; pois corta-se do bosque um madeiro, obra das mãos do artífice, feita com machado"; Jeremias 10:3 ÁRVORE DE NATAL

"E levou-me à entrada da porta da casa do SENHOR, que está do lado norte, e eis que estavam ali mulheres assentadas chorando a Tamuz."
"E disse-me: Vês isto, filho do homem? Ainda tornarás a ver abominações maiores do que estas." Ezequiel 8:14 e 15

E é isto que tem acontecido, "...porta da casa do SENHOR..." o profeta viu mulheres chorando Tamuz à entrada da casa do Senhor, e tem sido assim, essa abominação tem sido levada para dentro da casa do Senhor, e as pessoas não fazem idéia disso. Fazem muitas vezes na ignorância. Como esta data foi incluída no meio Cristão? Vejamos abaixo:

Essa data foi escolhida antigo domínio político/religioso Romano, isso mesmo após a falsa conversão de Constantino o governo Romano era político/religioso, repleto de imposições e como era político precisava agradar a todos. Devido ao domínio de Roma sobre o mundo "Cristão" por séculos, a data se tornou tradição por toda a cristandade. 

Um complemento do significado original de 25 de Dezembro é que esse dia era um popular dia festivo de celebração do retorno do sol. Em 21 de Dezembro ocorre o solstício de inverno (o mais curto dia do ano e assim um dia chave no calendário), e 25 de Dezembro era o primeiro dia no qual os antigos podiam notar claramente que os dias estavam se tornando maiores e que a luz do sol estava retornando.

Assim, por que 25 de Dezembro foi escolhido para lembrar o nascimento de Jesus Cristo com uma missa (ou ceia)? Como ninguém sabe o dia de Seu nascimento, o antigo governo Romano se sentiu livre para escolher essa data. A Igreja queria substituir o festival pagão com um dia santo Cristão. O método se valia do fato de que é mais fácil tirar um festival mundano, mas tradicional, da população quando podemos substituí-lo com um bom festival. De outra forma, a Igreja teria deixado um vácuo onde antes havia uma tradição de longas datas, e se arriscado a produzir descontentamento na população e um rápido retorno à prática pagã.

Os vários equívocos acerca do nascimento de Cristo ilustram a necessidade de sempre testarmos tudo o que ouvimos contrário à Palavra de Deus, não importa qual seja a fonte da informação. A Bíblia é a autoridade decisiva.



Mateus Morais

10 comentários:

Haas disse...

Bom dia Amigos e feliz Natal!! Lendo este post e o anterior, me vem a pergunta: Independente da data de comemoração, o importante não é a comemorar Jesus, Aquele que morreu na cruz para salvar a todos nós? Sabemos que nos dias atuais, a idéia de Natal é muito mais comercial do que religiosa, muitos nem ao menos sabem qual o verdadeiro sentido do Natal. Torno a refazer a pergunta, Qual o peso que a data tem em relação ao motivo a ser comemorado? A real importância não seria relembrar o nascimento do Salvador?

Mateus disse...

Bom dia Haas e feliz Natal;

Nossa objeção é a maneira como tem sido comemorado o Natal, Jesus deixou de ser o centro de tudo, hoje o centro é o Papai Noel, vejamos o que a Bíblia diz sobre isso:
"E a ninguém na terra chameis vosso pai, porque um só é o vosso Pai, o qual está nos céus." Mateus 23:9

Jesus dizia aos que o seguiam, e cada um tinha seu pai individualmente, esse pode ser chamado de pai, agora coletivo(de todos), só um pode ser chamado de pai, o nosso Deus que está nos céus. Do mesmo jeito o PAPA, que significa papai, não aceitamos essa figura em nossa fé, pois aceitar um outro pai para um grupo é anti-bíblico.

Separarmos um dia no ano para celebrarmos o dia que o mundo recebeu a maior visita, o maior presente é louvável, agora, separar todos os dias da nossas vidas como eu e você fazemos é ainda muito mais maravilhoso. Não desprezamos quem tira essa data para louvar a Jesus, se reunir com a família para refletir, banquetear (eu mesmo fiz isso) só não podemos nos esquecer quem é o centro de tudo. E não ferir a Palavra de Deus, ainda que isso implique em abandonar tradições e costumes. Pois é ela quem vai nos salvar.

E sobre a data como você mesmo conhece, não sabemos que dia é, pois se fosse a vontade de Deus que soubéssemos Ele com certeza iria preservar os dados históricos, como sabemos não existe uma informação histórica sequer sobre 25/12, nem mesmo na igreja primitiva.

Abraços e A paz do Senhor.

Anônimo disse...

PARABÉNS IRMÃO MATEUS, VOCÊ SABE O QUE FALA, MOSTRA SUA OPINIÃO E TEM ARGUMENTOS DENTRO DA PALAVRA DE DEUS PARA CONFIRMAR A VONTADE DO SENHOR, OU SEJA, LEVAR SUA PALAVRA A SÉRIO.ALTIVO

Fabiane disse...

A paz do Senhor, amado, realmente concordo com algumas coisas que escreveu sobre o natal e as origens de uma festa paga, mas em relaçao ao panetone, esta referencia nao serve como base, o panetone nao é um bolo de uva, gostaria que me desse mais detalhes sobre a origem... segundo oseias cap 3 versiculo 1, nao podemos comer o bolo de uva ou sermos infieis a Deus? nao estou brigando e nem questinando voce e muito memos a biblia, mas gostaria de mais detalhes, porque nao creio que justifique, sei que é uma tradiçao nesta epoca do ano, e muito usado na ceia de natal e do ano novo, mas como base biblica para nao comer o panetone, realmente nao entendi. Se tiver mais alguma referencia me passe por favor. estou fazendo um estudo sobre o assunto, nao para defender coisas que desagradem a Deus, mas coisas que façamos e que toquemos o coraçao de Deus com a nossa fidelidade. um abraço em Cristo Jesus.

Mateus disse...

Paz amada;

Fabiane posso ter me expressado mal na minha colocação, o panetone é um bolo de uva-passa(que é uma uva de certa qualidade ressecada)com frutas cristalizadas, coloquei o texto de Oséias como referência só para indicar que tudo no Natal não tem nada de Cristianismo, nada nada, tudo veio de origem pagã e idolatra, mas de maneira nenhuma digo que é errado comer panetone, eu mesmo aprecio muito, e compro, se formos observar a Palavra na letra ficariamos loucos não é verdade, agradeço pelo comentário pois pode sanar a duvida de outras pessoas no referente a postagem, creio que o errado é eu abandonar a doutrina, a verdade e começar a crer que enfeitar arvore, comer chester, comer panetone e demais coisas de natal são algum tipo de adoração a Deus, minha palavra é não faz mal, não acho que é pecado, mas afirmo não é adoração e nem é uma benção, não passas de comida e como Paulo diz :"o manjar é para o ventre..." Novamente agradeço seu comentário foi muito válido.

Patrícia Lopes Archetti disse...

Bem, amigo, eu não acho que é bem assim, mas o texto em suma é excelente. Patrícia Lopes Archetti

Everton disse...

Isso é fato... está mais do que comprovado pelas escrituras... se alguém acha que não é assim de fato é porque não tem entendimento, não lê o suficiente ou não se interessa pela verdade... que deus dê entendimento a todos através do espírito santo... amem..

Anônimo disse...

O paganismo está no cristianismo inventado por Roma. Sugiro que pesquise a origem da Trindade, que afirma que Jeová é Jesus e Jesus é Jeová.

cesar dias disse...

a observância da Palavra é o que nos conduz para Louvar e Engrandecer o Nome do Eterno de maneira que ele se compraz...Pelo fato de 'facilitarmos" ou afrouxarmos a condição da Lei enviada Pelo Eterno, suas diretrizes e mandamentos, hoje o mundo é o que é...ou vai me dizer que pelo fato de não estar escrito na Palavra que ouvir música Funk, eu vou ouvir? quer dizer que sua esposa, toda serva da igreja, que vai a culto, participa da ceia, pega um final de semana na praia e coloca o biquíni ou maiô, dá uma olhada no espelho e se acha bonita...e vai desfilar na praia...Ahhh vão falar que o pecado esta na cabeça e olhos dos outros...LUXÚRIA...VAIDADE...INSTIGAR O DESEJO...INSTIGAR AO PECADO...LEVAR OUTROS A PECAREM...AME A TEU PRÓXIMO COMO A TI MESMO...Lembram-se da Palavra: "e estas palavras deverão guardar diligentemente em seus corações e serão como sinais na sua mão e frontais entre vossos olhos"...ARREPENDAM-SE, VOLTEM AO ETERNO...A FACILIDADE DO MUNDO É O QUE O MALIGNO QUER PARA NOS AFASTAR DO ALTÍSSIMO...LARGO E FÁCIL É A PORTA QUE CONDUZ A PERDIÇÃO...POR FAVOR...VOLTEMOS AO ETERNO...SEU PROPRIO FILHO FALOU QUE VEIO PARA CUMPRIR A LEI...A GRAÇA É O ESTADO INDIVIDUAL DE CADA UM...NÃO É PARA EU SER UM LARGADO E FALAR: ESTOU DEBAIXO DA GRAÇA...QUE BOM!!!! ERROS E MAIS ERROS QUE NOS ACOMETEM POIS QUEREMOS FACILIDADE, NOS ENGANANDO COM OS PRAZERES DO MUNDO, COBIÇA, VAIDADE, LUXÚRIA...TUDO ESTA INTRISSICAMENTE LIGADO AOS PRAZERES QUE MUITOS NÃO QUEREM DEIXAR POIS: "ISSO ERA O ANTIGO TESTAMENTO, HJ TUDO POSSO, ESTOU NA GRAÇA..." CÃES...ABUSADORES...IDÓLATRAS DE DINHEIRO, CARROS, CELULARES, PRAZERES...ENSINAM À SEUS FILHOS DESDE PEQUENOS SOBRE A FACILIDADE DESTE MUNDO NA QUESTÃO DA MENTE...VOLTEM...VOLTEM...VOLTEM AO ETERNO ENQUANTO HÁ TEMPO...OLHEM-SE NO ESPELHO E CADA UM VERIFIQUE SEUS PROPRIOS PECADOS QUE, SUTILMENTE, DE MANSINHO, VAMOS NOS AFASTANDO DO QUE É A SANTIFICAÇÃO DO ETERNO...ROGO AO ETERNO QUE ESCUTEM ESTAS PALAVRAS E QUE NÃO SEJA eu MAS O ETERNO DÊ CONSCIÊNCIA PARA CADA UM...O CRIADOR NOS AJUDE...SHALOM

jamesson paes de barros disse...

Não, pois Ele não nos pediu para fazermos isso, a menos que VC conheça alguma.passagem na bíblia que tenha esse mandamento.

Não se esqueça, não tem como comer da mesa de D'us e da mesa de demonios