terça-feira, 8 de maio de 2012

O crente e o Sábado

Paz a todos irmãos, peço desculpas pela minha ausência, estava de férias e um pouco sem internet para publicar, mas estou aqui assumindo minhas postagens no Blog, boa leitura a todos.

Você já deve ter se deparado lendo o Velho Testamento sobre guardar o sábado, como em Exôdo 31:15: "Seis dias se trabalhará, porém o sétimo dia é o sábado do descanso, santo ao SENHOR; qualquer que no dia do sábado fizer algum trabalho, certamente morrerá."

Deus ordenou o sábado aos judeus sim, e foi como aliança perpetua entre suas gerações, mas o que acontece conosco, servos de Deus? devemos guardar o sábado? ... Tire suas conclusões após a leitura desta postagem.

Paulo diz: "De maneira que a lei nos serviu de aio, para nos conduzir a Cristo, para que pela fé fôssemos justificados." Gálatas 3:24, agora lhe pergunto se está afirmação do apostolo anula a Lei? de maneira nenhuma pois Jesus disse claramente: "E é mais fácil passar o céu e a terra do que cair um til da lei." Lucas 16:17; então porque a grande maioria evangélica não guarda o sábado? Pois não precisamos guardar, eu explico.

Quando Paulo fala sobre aio, a expressão aio vem do grego παιδαγωγος (pai-da-gô-gós), que é a expressão que dá origem a palavra pedagogo, nos tempos de Paulo pedagogo era a pessoa designada para levar uma criança para escola, ou seja conduzia a criança ao conhecimento, da mesma maneira a Lei não era a Justificação, nem era pela Fé, mas nos conduziu a Fé, como? se cumprindo em Jesus, isto mesmo, veremos que toda a Lei se cumpre em Jesus. Mateus nos registra em sua narração do Evangelho a seguinte história:

Mateus 12

1   Naquele tempo passou Jesus pelas searas num dia de sábado; e os seus discípulos, sentindo fome, começaram a colher espigas, e a comer.
2   Os fariseus, vendo isso, disseram-lhe: Eis que os teus discípulos estão fazendo o que não é lícito fazer no sábado.
3   Ele, porém, lhes disse: Acaso não lestes o que fez Davi, quando teve fome, ele e seus companheiros?
4   Como entrou na casa de Deus, e como eles comeram os pães da proposição, que não lhe era lícito comer, nem a seus companheiros, mas somente aos sacerdotes?
5   Ou não lestes na lei que, aos sábados, os sacerdotes no templo violam o sábado, e ficam sem culpa?
6   Digo-vos, porém, que aqui está o que é maior do que o templo. 

Um dos fariseus questionam Jesus sobre os seus discípulos quebrantarem a Lei, Jesus os lembra de Números 28:9, que nos diz sobre o sacrifício que seria oferecido no sábado, ou seja no sábado o sacerdote deveria mover um animal até o tabernáculo(ou templo anos depois quando Salomão o construiu), imolar o animal, tomar o seu sangue e carne e oferecer ao Senhor, bem todo este processo era trabalhoso, então vemos que os sacerdotes trabalhavam dentro do templo no sábado, e não eram considerados culpados para o Senhor, isto nos mostra claramente a Lei. Mas o que isto tem haver conosco e com Jesus? Ora Jesus disse ser maior que o templo, ou seja, algo acima do templo, ou que substitui melhor o templo. 

Vejamos uma observação, no templo o sacerdote se lavava, matava o animal, oferecia ao Senhor, o Sumo-Sacerdote, se dirigia com o sangue uma vez no ano até o Santíssimo, com a oferta de perdão dos pecados, antes do Santíssimo ou Santo dos Santos havia o Lugar Santo, ou Santo, no Lugar Santo havia uma mesa com pães, um castiçal de sete lâmpadas, o incensário e o véu, bem isto tudo é como diz o escritor de Hebreus sobre os sacrifícios dos sacerdotes: "Os quais servem de exemplo e sombra das coisas celestiais...", Resumindo cada parte do templo representa Cristo: A mesa de Pães, Jesus o pão da vida, os castiçais, Jesus a luz do mundo, o lavatório, Jesus nossa purificação, o incensário, o incenso sobe Jesus o nosso intercessor, e muitas outras figuras, e o véu? Bem o véu levava até o Santíssimo, a presença plena de Deus, quando Jesus morreu, foi "rasgado" na cruz, o véu se rasgou e hoje temos acesso livre ao Pai conforme Hebreus 10:20 "Pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou, pelo véu, isto é, pela sua carne,...", então amados irmãos, ficou claro que todo o Templo é uma "sombra" de Cristo, ou seja, nos ensina a Divindade d'Ele, a vida d'Ele, ou seja ele é maior que o Templo.

Cristo então nos fez Reis e Sacerdotes Apocalipse 1:6, e o sacerdote tem acesso a presença de Deus, então se Cristo rasgou o véu, quem O aceita está além do véu e é sacerdote, portanto, estamos em um lugar "maior que o templo", ou seja se os sacerdotes quebrantavam o sábado no templo(ou tabernáculo) sem culpa então, nós podemos quebrantar sem culpa, a Lei não é anulada, mas ela se cumpre em Jesus que nos justifica, não estou usando psicologia nem confundindo ninguém, a Palavra é revelada, a letra mata mas o Espírito vivifica, Jesus disse :"Examinai as escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam". Até este tempo só existia o Velho Testamento, como então as escrituras testificam de Jesus? O Velho Testamento fala sim, mas nele não se fala de Jesus claramente, mas em figuras, sombras e profecias. 

Então nós, servos de Jesus, sacerdotes, não nos preocupemos em guardar o sábado, guardar a Lei pois: "Esta é a aliança que farei com eles Depois daqueles dias, diz o Senhor: Porei as minhas leis em seus corações, E as escreverei em seus entendimentos..." Hebreus 10:16, depois da ALIANÇA a Lei está no coração do servo de Deus, não voltemos à velha aliança porque: "Separados estais de Cristo, vós os que vos justificais pela lei; da graça tendes caído." Gálatas 5:4, Jesus nos justifica, a Lei nos levou até a verdadeira Fé, a igreja primitiva concorda que a Lei é insuficiente para salvar, leia Atos capítulo 15, lá nos diz a palavra, que alguns fariseus que se converteram diziam que os gentios que se convertessem deviam circuncidar e guardar a lei de Moisés, os discípulos após longa discussão decidiram que não era necessário guardar a Lei pois haviam recebido o Espírito Santo sem mesmo conhecer a Lei, mas conhecendo somente a Jesus e crendo n'Ele, e mais diziam que a Lei era algo que nem seus pais puderam suportar, e depois afirmam :

28   Porque pareceu bem ao Espírito Santo e a nós não vos impor maior encargo além destas coisas necessárias:
29   Que vos abstenhais das coisas sacrificadas aos ídolos, e do sangue, e da carne sufocada, e da prostituição; e destas coisas fareis bem de vos guardar. Bem vos vá. 

Irmãos o sábado tem um significado profético para nós, Deus descansou no sábado, após suas obras, Deus não se cansou e foi descansar pois Ele não se cansa, mas Ele parou de criar, ou seja cessou de criar, e nós um dia iremos cessar de nossas obras, pois nós sim can e descansar eternamente, teremos o nosso sábado, nosso descanso com o Senhor.

Então irmãos após esta extensa leitura, qual a sua conclusão, devemos ou não guardar o sábado?


Mateus Morais
Servo do Senhor

4 comentários:

Anônimo disse...

BEM IRMÃO MATEUS, BRINCADEIRAS A PARTE, FOI MUITO BOA ESTA EXPLICAÇÃO SOBRE O DIA DE SÁBADO, O DESCANSO NA LEI MOSAICA E O DESCANSO QUE HAVEREMOS DE HERDAR NA PÁTRIA CELESTIAL.

Mateus disse...

Amém irmão, seja sempre bem vindo para participar conosco. Se houver algo a acrescentar será bem recebido. Paz.

Alessandra Bruna disse...

Muito boa mesmo, deixo meus parabéns e obrigada pela contribuição. A Paz do Senhor

Mateus disse...

Obrigada irmã, nós que agradecemos pela participação.