segunda-feira, 30 de abril de 2012

“PARA OS QUE O AMAM”



PARA OS QUE O AMAM

 

 

“Disse-lhe terceira vez: Simão,filho de Jonas,amas-me ? Simão entristeceu-se por lhe ter dito terceira vez: Amas-me? E disse-lhe: Senhor, tu sabes tudo; tu sabes que eu te amo. Jesus disse-lhe: Apascenta as minhas ovelhas” (João 21:17)

 

“Mas,como está escrito: As coisas que o olho não viu,e o ouvido não ouviu,e não subiram ao coração do homem são as que Deus preparou para os que o amam (I Coríntios 2:9)

 

Muitos profetas que falaram da parte do Senhor desejaram viver o que a Igreja fiel de Cristo vive hoje: A plenitude da benção do Espírito Santo e o seu derramamento.

Joel ao profetizar que nos últimos dias o Senhor derramaria de seu Espírito sobre toda a carne e que muitos profetizariam, teriam visões e sonhos (Joel 2:28,29) talvez nem imaginava que isso seria feito numa proporção gigantesca na era da Igreja Apostólica (Atos 2) e duraria até em nossos dias, antecedendo a segunda vinda de Jesus,e se findaria no Dia do Senhor, onde Jesus vem à Terra para reinar.

O profeta Ageu, da mesma forma, ao profetizar que a glória da segunda casa seria maior que o da primeira (Ageu 2:9), não imaginava que (profeticamente) estava falando do ministério de Cristo e do posterior derramamento do Espírito Santo e que, a segunda casa em glória seria a Igreja Fiel de Cristo sobre a terra.

Nisso tudo e entre tantos outros, se cumpriu (antes de ser escrita) as palavras de Paulo em sua primeira carta aos coríntios 2:9 :

“...o olho não viu [...] o ouvido não ouviu [...] não subiram ao coração do homem SÃO AS QUE DEUS PREPAROU PARA OS QUE O AMAM”.

Vamos aqui nesta mensagem tratar desse amor escrito por Paulo através do versículo acima . Pois tudo está já preparado na Eternidade de Deus. Mas são para os que amam a Deus.

Pedro fazia parte do ciclo íntimo de Jesus e, como tinha um caráter maleável, estava ainda sendo tratado pelo Mestre. Permaneceu inconstante em todo o ministério de Jesus e assim foi até a sua morte na cruz quando o mesmo o negou três vezes.

 

Mas no capítulo 21 de João, Jesus havia já ressuscitado e se revelado a toda sua igreja e, sendo assim, Pedro estava satisfeito com o que seus olhos viam e com o que seus ouvidos ouviam, pois o mestre estava ali ressurreto e glorificado, tanto que na primeira pergunta de Jesus para ele foi fácil responder: “Senhor, tu sabes que te amo”.
Interessante que no mesmo capítulo, ainda no verso 3, o mesmo Pedro disse: “vou pescar”. Ainda não tinha entendido o seu chamado e a sua ordenação e, por pouco, voltava à pesca.

 

Sobre o amor que Jesus questionou a Pedro na primeira e na segunda pergunta é interessante afirmar que se trata de um amor eterno e maravilhoso. O termo usado foi “agapao” de “ágape”. Se trata de um amor moral e social ,mas ,vem do termo ágape e demonstra um amor profundo que levou o próprio Cristo se entregar pela Igreja.

Naquela circunstancia onde se encontrava Pedro estava fácil e propício responder a essas duas perguntas de Jesus: “te amo”, pois se tratava de um amor ainda superficial (mesmo no seu significado profundo).

Muitos têm respondido as duas primeiras perguntas de Cristo, mas não conseguem responder a terceira.

 

As duas perguntas iniciais estão sendo respondidas nas camisas com inscrições de “Deus é fiel”, “eu amo Jesus”, nas bandeiras e faixas da ‘Marcha pra Jesus’, tem sido respondidas nos shows evangélicos onde muitos choram e se quebrantam de emoção,etc.

Essas duas primeiras perguntas não entristeceram a Pedro porque parecia óbvio responder naquela hora: “Eu te amo ,Jesus”, pois Pedro estava ali cara a cara com o seu Mestre.

Mas a terceira pergunta entristeceu porque se tratava já de um outro tipo de amor, muito mais profundo e mais forte (mais forte que a morte, inclusive).

“Disse-lhe terceira vez: Simão ,filho de Jonas,amas-me”?

O amor que foi empregado no original (grego) na terceira pergunta já era diferente das duas primeiras. Se tratava do amor “phileo”.

Phileo, na verdade, é um resultado de ágape. Ágape é um termo abrangente e conhecido como um amor superior na cultura cristã, porem phileo é o amor ágape na prática diária. É a prova de que se ama de forma ágape. Poderíamos até arriscar dizer que ágape é um amor abrangente e teórico, teológico, ético, social e moral mas, phileo é a prática disso tudo.

Significa: “gostar muito de alguém” , “querer viver com o outro”, “relacionamento”, “compromisso”, “amizade” , “pacto e amor”.

Jesus então, com a terceira pergunta, não quis saber de Pedro se o mesmo era simplesmente um cristão definido e convencido da verdade, mas quis saber se Pedro o amava a ponto de andar com ele, se relacionar com ele, ser amigo, ser íntimo, morrer pelo nome dele.

Isso entristeceu Pedro.

Jesus perguntava dessa forma: “Pedro, quer ser meu amigo” ou “quer ter um relacionamento comigo” ou até mesmo “Pedro, quer viver só para mim”?

Pedro nessa hora foi confrontado. Pois seu amor ainda não era um amor capaz de fazê-lo renunciar tudo (inclusive a vida) para viver a vida de Cristo.

Mas, seu coração se fez humilde e o seu homem interior já quebrantado com a presença de Deus disse: “Senhor, tu sabes tudo; tu sabes que eu te amo”.

Ele tinha o desejo de servir ao Senhor com toda a sua alma e entendimento. Foi assim também com Davi no salmo 139:23: “sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me e conhece os meus pensamentos”.

Inclusive, na terceira pergunta Jesus se dirigiu mais intimamente, tocou na identidade de Pedro: “Simão, filho de Jonas”. Só quem teve a identidade confrontada um dia pelo Espírito Santo, pode realizar a Obra do Senhor e ser amigo de Deus.

Uma curiosidade: Jonas significa Pomba, uma tipologia do Espírito Santo. Quem tem nos gerado para uma nova vida? Se nascermos da água e do Espírito estamos prontos para apascentar (trabalhar para o Senhor). Antes de respondermos a pergunta que Jesus fez a Pedro, devemos estar cheios da benção do Espírito Santo e viver em renovação, em novidade de vida.

O amor que Deus quer do homem é o amor phileo. Ele quer que o homem se relacione com Ele, tenha um compromisso com ele, seja amigo dele.

“Já não vos chamarei servos [...] mas tenho vos chamado amigos [...] (João 15:15)

É com esse amor que estaremos aptos para atender a vontade de Deus e cumprir o seu chamado em nossas vidas: “Apascenta as minhas ovelhas”. É um compromisso selado.

É com esse amor que podemos ser instrumentos do Senhor; é com este amor que caminhamos em intimidade com Deus e em comunhão com o Espírito Santo.

No versículo 18 do capitulo 21 de João, Jesus ainda dá pistas a Pedro de como ele morreria pelo Evangelho e ainda diz no verso 19: “segue-me”.

Jesus tem chamado para sua Obra pessoas que vão o amar e honrar com suas próprias vidas, Ele tem chamado pessoas que vão (de verdade) renunciar a tudo pelo amor de seu Nome.

Independente das respostas de Pedro e das perguntas de Jesus nas três oportunidades, o pedido do Senhor foi o mesmo: APASCENTA OS MEUS CORDEIROS. O Senhor nos chamou para viver uma Obra e isso requer TRABALHO e serviço.

Mas isso só será possível se estivermos firmes no amor phileo, a saber, no amor de Cristo.

Paulo, ao dizer que “aquilo que o ouvido não ouviu, nem o olho viu e o que não subiu ao coração do homem é o que Deus tem preparado”, ele quis mostrar que: Tudo que o Senhor tem preparado para aqueles que o amam está longe da razão e da limitação humana, mas, para aqueles que vivem no amor phileo, íntimos e amigos de Deus, receberão com certeza.

“Deus preparou para aqueles que o amam”

DEUS TEM UMA GLÓRIA PREPARADA PERA AQUELES QUE O CONFESSAM A CADA DIA, NO TRABALHO, NO LAR, NA ESCOLA, NA FACULDADE, ETC.

DEUS TEM UM IMENSURÁVEL GALARDÃO PARA AQUELES QUE SÃO SEUS AMIGOS, QUE FAZEM SUA VONTADE, QUE ANDAM NA LUZ, QUE TEM COMPROMISSO GENUÍNO COM ELE, QUE BUSCAM O ESPIRITUAL EM PRIMEIRO LUGAR.

PARA ESSES, DEUS PREPAROU TUDO !

“Não se turbe o vosso coração [...] na casa de meu pai há muitas moradas[...] eu vou preparar-vos lugar...” João 14:1-2-3



 

2 comentários:

Anônimo disse...

Muito Bom Gabriel,esse tema havia sido trabalhado nas igrejas.Interessante o foco quevoce deu na vida de Pedro. parabens e que o Senhor contiue te abençoando. João Silva

Jairo Figueiredo disse...

Paz amado irmão Gabriel. Muito bom o texto. Deus seja louvado por ter criado vocês.