quinta-feira, 25 de julho de 2013

AO CHEGAR DIANTE DE DEUS

AO CHEGAR DIANTE DE DEUS ... 

É preciso de uma consciência de que não sou perfeito. Isso me leva a indagar e a buscar no fundo da minha alma as minhas atitudes contra a vontade de Deus (I João 2:1) – “MEUS filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo’’.


Meu pecar.

Essa consciência movida pela ação preciosa do Espírito Santo me leva ao arrependimento e a busca do perdão ((João 16:8) - E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo).

Perdão esse que vem do martírio da cruz ((Hebreus 10:19) - Tendo, pois, irmãos, ousadia para entrar no santuário, pelo sangue de Jesus). Através do escolha da cruz cumpriu-se o plano de Deus ((Isaías 53:5) - Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.).

Então através de Jesus eu posso prestar agora meu culto ao Senhor ((I João 1:9) - Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça). 

Então em NOME DE JESUS faço esse pedido ao Pai: perdoa-me.

(João 14:13) - E tudo quanto pedirdes em meu nome eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho. 

(João 14:14) - Se pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei. 

(João 16:23) - E naquele dia nada me perguntareis. Na verdade, na verdade vos digo que tudo quanto pedirdes a meu Pai, em meu nome, ele vo-lo há de dar. 

(João 16:24) - Até agora nada pedistes em meu nome; pedi, e recebereis, para que o vosso gozo se cumpra. 

(João 20:31) - Estes, porém, foram escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu NOME. 

Ou seja o NOME DE JESUS é suficiente e insubstituível.

(I Corintios 6:11) - E é o que alguns têm sido; mas haveis sido lavados, mas haveis sido santificados, mas haveis sido justificados em NOME DO SENHOR JESUS , e pelo Espírito do nosso Deus. 

(Hebreus 13:15) -
Portanto, ofereçamos sempre por ele a Deus sacrifício de louvor, isto é, o fruto dos lábios que confessam o seu nome. 

Pastor David Cristiano. Igreja Cristã Maranata/ Caratinga-MG

5 comentários:

Otiniel Rodrigues da Silva disse...

só uma dúvida! porque foi dado enfase tantas vezes na questão do NOME de Jesus! é impressão minha ou indiretamente querem refutar alguma doutrina?

APSJ

Gabriel Felipe disse...

A questão é o seguinte: A ênfase dada no "NOME" de Jesus foi sim proposital e sugestiva, mas não em caráter refutativo, mas sim conceptual (simplesmente). O autor que escreveu esta postagem quis mostrar que, em toda oração, nada substitui o nome de Jesus, indiferentemente se você faz qualquer outra menção na oração, seja clamor, seja louvor. Inclusive, quando se ora em NOME de Jesus (que é biblicamente explícito), nós, conscientemente elevamos a fé na morte e ressurreição de Cristo e consideramos o seu precioso sangue derramado. O fato, na verdade, é que não precisamos de uma "frase feita", mas sim de uma consciência bíblica formada. Se oramos EM NOME de Jesus, já está subtendido que nesse nome há poder pela vitória na cruz através do sangue derramado. É só uma questão de ENSINAMENTO CORRETO e nada mais. Paz!

Gilfredo Mendes disse...

Muito boa sua mensagem! Gostei muito.
Mais tenho uma duvida:Lançaram uma Bíblia dos judeus que diz que o NOME de Jesus, na verdade é um nome inventado ... o que vcs do Blog Palavra a Serio me diriam sobre isso, é mesmo verdade???

Gilfredo Mendes disse...

Muito boa sua mensagem! Gostei muito.
Mais tenho uma duvida:Lançaram uma Bíblia dos judeus que diz que o NOME de Jesus, na verdade é um nome inventado, já que não existe a letra (J) no Hebraico e nem no Grego ... o que vcs do Blog Palavra a Serio, me diriam sobre isso, é mesmo verdade???

Gabriel Felipe disse...

A Paz! Gilfredo, não ouvi e nem li ainda nada a respeito disso. Quanto a letra "J" de Jesus é o seguinte: Jesus (no nosso caso, língua portuguesa) é apenas uma transliteração. Na verdade, no hebraico "Jesus" aparece como Yeshuah". Usa-se uma consoante próxima do nosso Y. E isso funciona com "Jerusalém" (Yerushalaim), "Josué" (também Yeshuah),etc. No grego é a mesma forma. Usa-se no grgo a letra I (Iota) de "Iesus". Abraço!!!