quarta-feira, 22 de agosto de 2012

SALMO 139:14

“Eu te louvarei, porque de um modo terrível e tão maravilhoso fui formado; maravilhosas são as tuas obras, e a minha alma o sabe muito bem” (Salmo 139:14)
Olá leitores, a paz de nosso Senhor Jesus! Eis uma mensagem para edificar o nosso coração. Obrigado e que Deus nos abençoe com sua Graça maravilhosa.
Davi expressou com este salmo o que podemos chamar de “a gratidão da alma”. Num outro salmo ele chegou a escrever: “A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo...” (Salmo 42:2)
Um dia tínhamos uma sede plena na alma, mas essa foi saciada no encontro e na experiência viva com o Senhor Jesus.
No salmo 139:14, Davi profeticamente relata o processo que garantiu a “formação da alma remida”.
·       “Eu te louvarei”
Há um louvor nos corações daqueles que um dia tiveram um encontro com o Deus vivo; louvar ao Senhor é a escolha e a decisão do verdadeiro “servo”de Deus.
“Eu louvarei” – um ato, uma afirmação, enfim, uma escolha semelhante a que teve Josué quando disse: “eu e minha casa serviremos ao Senhor”. 
Louvarei no texto original (hebraico) foi escrito como “yadhah” que carrega o significado de “reconhecimento” (no sentido de gratidão e honras) e também de “auto reconhecimento”, ou seja: louvar a Deus também é dizer com a alma: “Senhor, pecador eu sou, homem eu sou, limitado eu sou”. Por isso a alma celebra a Vida de Deus, pois a Graça nos basta em todos os sentidos e penetra a alma do homem fazendo o mesmo ficar confrontado, pasmo e temente ante a Glória do Senhor. Essa operação é toda espiritual. O Espírito santo move esse processo e o resultado é convencimento: “Eu te louvarei”!
·       “porque de um modo terrível...”
Hoje todo o sentido de nosso louvor está no ato de Jesus na cruz.  Graças a Ele recebemos a Graça, o perdão e a certeza de vida eterna. Mas esse ato foi terrível, foi doloroso, houve silêncio no céu, o Pai se entristeceu, o Filho padeceu , mas o ato de redenção aconteceu. Foi terrível, mas o Senhor garantiu Vida para a nossa alma.
 Para eu e você que fomos remidos por essa Graça, o ato de Jesus na cruz foi “maravilhoso”.
·       [...] fui formado”.
No calvário fomos formados. Lá iniciou todo o processo de nossa formação. Antes não éramos formados para a salvação. No original hebraico o termo na qual foi escrito “formado” dá a ideia também de “estar apto”; no grego essa expressão se repete com a tradução de “ordenados”: “ordenados para a salvação”(Atos 13:48)
É através do sangue da cruz que estamos aptos para a redenção eterna. Por isso a nossa alma canta porque ela deseja ardentemente o dia do encontro com o Criador (Jó 19:23-25).

A Bíblia é profética. Ela não se mede no “kronos” (tempo humano). Seu tempo (kairos) é circular, não se mede através de um início e nem se determina num final cronológico.
 Davi disse: “fui formado”, dando uma ideia real de um ato iniciado ainda no tempo profético de Deus (Salmo139: 15 e 16).  Desde a Eternidade, Deus planejou a nossa redenção e nos elegeu e nos predestinou para a salvação. Numa atitude profética, Davi falava em seu salmo do ato que iria se confirmar para sempre em Jesus quando o mestre se entregou e de uma maneira terrível nos deu a vida eterna.
O verso 14 termina com a seguinte expressão: “Maravilhosas são  as tuas obras”
O termo usado no texto original foi “pala´” פלא
O termo expressa  o seguinte: “Diferenciada sãos as tuas obras...”; também dá a ideia de: encoberto- “encobertas são tuas obras...”. A obra que o Senhor tem realizado é especial e diferenciada daquilo que vive a RELIGIÃO  e o CRISTIANISMO MODERNO.  A obra que o Senhor tem realizado na face da Terra está encoberta para o mundo, para o poder religioso, para o homem ímpio. “e a minha alma o sabe muito bem”- Apenas a alma remida e grata tem visto os grandes feitos do Senhor. Apenas os verdadeiros servos de Jesus tem conhecido e vivido em intimidade com o Mestre, o Santo de Israel.

Precisamos estar na mesma posição do salmista e expressar com nossa alma a vida eterna que há em nós.

“Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me e conhece os meus pensamentos. E vê se há em mim algum caminho mau e guia-me pelo caminho eterno” (Salmo 139:23-24)

Gabriel Felipe M. Rocha



5 comentários:

Anônimo disse...

BOA MENSAGEM DE LOUVOR A DEUS. NÃO DEVEMOS NUNCA ESQUECER DE LOUVAR A DEUS NOS MOMENTOS DE GRANDES LUTAS.CADA LUTA QUE ENFRENTAMOS, É A PROVA DO AMOR DE DEUS PARA COM NOSSAS ALMAS.SEDE POIS FIRME NESTAS PALAVRAS E BUSQUE SEMPRE A LOUVAR O SENHOR DE NOSSAS VIDAS, E MAIS, DEVEMOS FAZER COM QUE O MUNDO APRENDA ESSA LIÇÃO: O LOUVOR A DEUS O AGRADA MAIS E O REPASSAR DISSO PRA OUTRENS O ALEGRA MUITO MAIS. PARABÉNS FILHO, CONTINUE NO CAMINHO.

Ju Costa disse...

Que benção!!! gostei muito do seu blog, diferente de todos os quais eu estava procurando.. uma palavra diferente, uma revelação diferente. Que Deus abencoe vc meu irmão e a cada dia te revele palavras assim. O Senhor Jesus Vem!!! Linhares - ES

Ju Costa disse...

Gostei muito do blog, descobri ele hj, estava procurando algo sobre Malco e achei seu blog. Que benção, diferente de todos os quais havia procurado uma revelação da parte de Deus. QUe Deus te acrecente cada dia mais. O senhor Jesus vem. Linhares -es

Gabriel Felipe disse...

Obrigado, irmã! Ficamos satisfeitos com sua satisfação. É para isso que o PALAVRA A SÉRIO existe: edificar vidas com a Palavra de Deus. Continue conosco sempre.

Anônimo disse...

Eu estava procurando algum comentário bíblico sobre o salmo 139: 13 14 e encontrei essa pérola. Achei o máximo. Parabéns para Palavra a Sério.Meu nome é Mª Magdalena e sou da Ig. Batista em Vila Margarida, Itaguaí RJ.