quinta-feira, 1 de novembro de 2012

MAS GRAÇAS A DEUS QUE NOS DÁ A VITÓRIA


“Mas graças a Deus que nos dá a vitória por nosso Senhor Jesus Cristo” (1Coríntios 15:57)

 

Amigos, irmãos e leitores (de bom gosto) do blog PALAVRA A SÉRIO, a paz de nosso Senhor Jesus!

Jesus, quando realizou toda a vontade do Pai, se fez forte . Jesus, o Verbo de Deus, em sua estrutura divina já era forte, pois tudo que existe foi feito através dele, mas como homem era frágil como eu e você.

Mas Ele se alimentava de “fazer a vontade do Pai” (João 4:34). Esse era o alimento que o fortalecia e também fortalecia os seus.

Se alimentar de “fazer a vontade do Pai” era um bom alimento, o Corpo de Cristo se fez forte, pois Jesus mesmo se alimentou de TODO o projeto de Deus, tomando sobre si toda a culpa e se fazendo o Cordeiro de Deus. Aleluia e glória ao Rei! Se estamos nesse Corpo, somos fortes. Se Jesus venceu e é vencedor, nele nós venceremos e somos já vencedores.

Por isso, Paulo em sua carta aos Romanos nos diz:

Mas em todas essas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou (Rm 8:37)

Não entrando muito neste texto em Romanos (porque não é o foco), deixo aqui apenas uma observação:

Verificando o original grego, Paulo disse assim: “Apesar de tudo, somos mais que vencedores por aquele que por nós teve eterna afeição. “Amou” no texto de Rm 8:37 é “agapao”- de ágape: dá a ideia de entrega total. Jesus se entregou por nós, pois, lá na Eternidade, teve por nós eterna afeição. Amou-nos primeiro!

Paulo, no texto em 1 Coríntios 15:57, nos diz: “Mas, Graças a Deus...”

“Mas” é uma conjunção adversativa. Aparece no texto para mostrar que: Apesar de muitas e tantas coisas, temos vitória em Cristo Jesus, por isso: “Graças a Deus”.

“Mas”, para nós que entendemos o projeto de Deus, nos traz à memória o poder que há no sangue de Cristo, pois, eu, você, nós somos pecadores e não merecedores da Graça, MAS essa é soberana e suficiente. O sangue derramado nos trouxe a consciência da graça maravilhosa de Deus. Somos pecadores, MAS Deus nos amou. Somos pobres e necessitados, MAS Deus nos quer...

Então daremos “Graças” !

“mas graças a Deus...”  o termo “graças” não se mostra apenas como uma simples expressão de alívio, mas demonstra muito mais que isso.

Graças – no grego é “KARIS” que possui alguns significados importantes como “devoção”, “louvor”, “ações de graça” , “alegria”, “dedicação”

Paulo então quis dizer: “Mas, por tantas bênçãos, demos louvor a Deus...” ou “nos dediquemos mais a Deus”, “rendemos graças e gratidão a Deus”, “sirvamos a Ele com alegria”, com dedicação, com entrega, com amor.

Só assim realizamos verdadeiramente sua Obra.

“Karis” está estreitamente ligado á benção do Espírito Santo, pois o Espírito santo é a manifestação no meio da Igreja da graça (karis) salvadora de Deus mostrada no sacrifício de Jesus. Com amor o Senhor se entregou a nós, agora nos resta também nos entregarmos a cada dia a Ele e sermos cheios do Espírito Santo, pois só assim podemos dar “graças a Deus” (só pelo Espírito se consegue com genuinidade dizer isso). Só com o Espírito Santo em nós, podemos nos entregar ao Senhor, trabalhar, realizar a Obra, nos dedicar na mesma, louvar, etc.

Assim nos garantimos como vitoriosos, pois Jesus é vitorioso em si. Ele venceu! Ele já é vencedor! Nós também nos tornamos vencedores na medida em que entendemos que é só nele que temos a vitória. E, para encerrarmos, o que “estar nele”?

É cumprir todo esse significado de “Graças a Deus” escrito pelas mãos de Paulo. Só se realiza a Obra e se dedica às coisas do Senhor quando se está em Jesus. O resultado de estar em Jesus é VITÓRIA e, "vitória" para o servo de Deus é mais do que qualquer benção terrena, mas é o concluir de nossa caminhada na Eternidade ao lado do Senhor. Amem!

Gabriel Felipe M. Rocha

3 comentários:

Álvarogmartins@hotmail.com disse...

Eu procurei aqui no blog e ainda não achei.. poderia me dizer algo sobre a 2º vinda de Jesus? Essa segunda vinda é o arrebatamento ou o milênio? O arrebatamento será secreto? Onde fica a alma dos que "dormem". Tenho essas dúvidas amados e gostaria de uma resposta, percebo que tem varios estudos de bom nível de conhecimento. Já agradeço a atenção. Álvaro

Mateus disse...

Álvaro A paz do Senhor, A segunda vinda é o Milênio pois no arrebatamento Jesus não virá na Terra, pois se encontrará com sua igreja nos ares e a levará para a Eternidade, no Milênio Jesus virá como na primeira vez e pisará na Terra e reinará(aleluia) agora o arrebatamento não será secreto, será aberto, todos irão ver q um povo sumiu; como as virgens da parábola de Jesus, perceberam que as que tinham azeite entraram e ficaram desesperadas, e o que Jesus disse antes desta parabola? O reino de Deus é semelhante... ou seja esta parábola ilustra exatamente o que acontecerá naquele grande dia, agora Paulo afirma que os que morrem dormem e despertarão no soar da ultima trombeta, é um assunto complicado vou ver se estudo melhor para te responder.

Álvarogmartins@hotmail.com disse...

Obrigado meus irmãos pela atenção essas duvidas minhas era de muito tempo. Agradeço mesmo de coração. continuo conectado com voces aqui no blog. A paz do senhor. Álvaro