terça-feira, 18 de dezembro de 2012

TEMOR


 
 

 
“Temei o Senhor, vós os seus santos, pois nada falta aos que o temem” (Salmo 34:9)
 
Muitas pessoas entendem o significado da palavra TEMOR como medo, mas ao analisarmos segundo a palavra de Deus, temos um entendimento bem diferente.
Para os servos do Senhor, temer a Deus significa ter toda uma existência de vida firmada em Deus. Quando a Bíblia diz que o temor do Senhor é o princípio da sabedoria, perguntamos: Quem é o princípio?
Respondemos: Jesus é o princípio de todas as coisas. No livro de Eclesiastes diz que o fim de todas as coisas é temer a Deus. Voltamos a perguntar: Quem é o fim de todas as coisas?
Respondemos: Jesus é o fim de todas as coisas. Então biblicamente Jesus é o princípio e o fim de todas as coisas, Ele é o Alfa e o Ômega.
Então, temer ao Senhor, é ter toda uma existência de vida, seja ela de quanto tempo for; na presença de Deus. Isto é para o crente temer a Deus, sabendo que o fim da nossa existência será o encontro com aquele que vive para sempre. O nosso Jesus.
(Aprendendo com o rei Davi)
 
“Temei o Senhor, vós os seus santos, pois nada falta aos que o temem”
[Salmo 34:9]
 
 
Certo dia, Jesus propôs uma parábola onde três homens figuravam como elencos. O terceiro chegando diante de seu senhor disse: “Eis aqui, senhor, a tua mina, que eu guardei embrulhada num lenço. Pois tive medo de ti, que és homem rigoroso; tiras o que não puseste e ceifas o que não semeaste”. Então respondeu o patrão daquele homem: “Servo mau, por tua própria boca te condenarei” – (Lucas 19:20-22).
 
Davi não está se referindo a este tipo de temor contado por Jesus na parábola das dez minas. Mesmo porque, o temor sentido pelo homem desta parábola não trouxe nenhum benefício a ele, ao contrário, foi chamado de mau empregado e desqualificado para o trabalho.
 
O texto também não está sugerindo ao homem uma postura simplesmente de estagnação mental, onde ele isoladamente mergulha na ociosidade “reverenciando” o Senhor somente em pensamento. Ao contrário – temer – biblicamente, tem uma conformidade com – obediência – aos princípios da Palavra de Deus. Enfim, temer está ligado diretamente à santificação diária na prática da obediência e fidelidade ao Senhor. Isso é ter toda a existência de vida firmada em Deus.
 
Temer o Senhor é cumprir, por exemplo,Marcos 16:15, onde Jesus diz: “Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura”. É uma ordem de nosso mestre e se somos seus servos, o que fazer? Agir por temor, não com pavor.
 
Temer o Senhor é ter uma vida de integridade e desfrutar das promessas do Salmo 37:25: “Fui moço e já, agora, sou velho, porém jamais vi o justo desamparado, nem a sua descendência a mendigar o pão”.
 
Temer o Senhor é buscá-lo e priorizá-lo acima de todas as demais coisas em conformidade com Mateus 6:33: “Buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas”.
 
Temer o Senhor é policiar as palavras que saem da boca: “Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, e sim unicamente a que for boa para edificação, conforme a necessidade, e, assim, transmita graça aos que ouvem” - Efésios 4:29.
 
Temer o Senhor é não entristecer o Espírito Santo: “E não entristeçais o Espírito de Deus, no qual fostes selados para o dia da redenção” – Efésios 4:30.
 
“O temor do Senhor é fonte de vida, para desviar dos laços da morte” - Provérbios 14:27. Temor a Deus não pode ser comparado com pavor totalmente irracional e sim respeito ou reverência que procede de uma apreciação dos atributos de Deus.
 
O Senhor Deus é justo, santo, Onipotente, Onisciente e Onipresente, e qualquer ser humano deveria sentir profundo respeito para com Ele. A bíblia diz: “Agora, pois, seja o temor do Senhor convosco; guardai-o, e fazei-o; porque não há no Senhor nosso Deus iniqüidade nem acepção de pessoas, nem aceitação de suborno” – (2 Crônicas 19:7).
 
Qualquer ensinamento ou exercício que afasta os nossos pés dos caminhos de Deus pode extinguir o temor do Senhor e acarretar sérios prejuízos, muitos deles irreversíveis. Temer ao Senhor é comprovação de sensatez, por outro lado, não temer ao Senhor é demonstração de insanidade. Confira em sua bíblia “O temor do Senhor é o princípio do saber, mas os loucos desprezam a sabedoria e o ensino [...] Porquanto aborreceram o conhecimento e não preferiram o temor do Senhor” - (Provérbios 1:7,29).
 
Enfim, muitos outros ricos ensinamentos estão impressos nas Escrituras com a finalidade de esclarecer aos santos o caminho de uma vida espiritual saudável e próspera. Você mesmo poderá acrescentar muitos deles. Contudo, de nada serve conhecer e não praticar. Aprenda com o rei Davi: “Temei o Senhor, vós os seus santos, pois nada falta aos que o temem”. Você está necessitando de alguma coisa? Quer ter uma vida com Deus? Temer ao Senhor - este é o caminho!
 
Gabriel Felipe M. Rocha

2 comentários:

Célio C. de Lima disse...

Boa mansagem. Percebo a profundidade que o blog tem em tratar de assuntos tão simples e tão banalizados em outros blogs. Meus mais sinceros e honestos parabens. Gostei muito do blog, em termos de internet vou poder dizer que foi a melhor indicação de link que já me fizeram. Abraços!

Gabriel Felipe disse...

Obrigado irmão Célio. Nós ficamos alegres em poder servir. Continue conosco.